Ensino

Cursos do ensino superior de qualidade

Muitas vezes, há muitos cursos de excelente qualidade, mas que só são ofertados por instituições privadas de ensino superior, não é mesmo? Se esse é o seu caso, não perca de fazer as inscrições para o FIES 2020 para cursar a graduação desejada.

O FIES 2020 é um financiamento voltado para estudantes que pretendem cursar uma graduação no ensino privado, no entanto, que não possuem condições financeiras para paga-la no momento.

Há diferentes modalidades do FIES e cada modalidade tem uma taxa de juros diferente que varia de acordo com o banco que irá financiar a graduação e com a região que o candidato reside. Vejamos a seguir, como se inscrever no fies 2020, para quem ele é destinado e como os candidatos podem se inscrever no programa.

O que é o FIES 2020?

O FIES é uma sigla para Financiamento Estudantil e tem como objetivo financiar todo ou parte de uma graduação no ensino superior privado. Não é possível conseguir esse financiamento com outra finalidade que não seja para o estudo.

Ao ser aprovado, o candidato utiliza o FIES em duas fases, sendo elas:

Fase 1 – Essa fase é a de utilização em que o estudante precisa pagar o valor referente ao financiamento mensalmente. Esse valor é fixo, firmado em contrato com a instituição financiadora.

Fase 2 – Essa é a fase da carência e da amortização. A partir desse ano de 2018, não é possível atribuir um período de carência para o aluno. Portanto, ao terminar a graduação, o aluno já dá início no processo de amortização do financiamento.

Para realizar o cálculo do financiamento do FIES, é necessário levar em conta a renda familiar bruta do candidato e qual é o valor/porcentagem dessa renda que pode ser comprometida mensalmente para o pagamento do financiamento.

Há três tipos de modalidades do FIES 2020 inscrições:

Modalidade I: as vagas ofertadas aos estudantes são a zero (0) de juros, para isso, o candidato precisa possui até três salários mínimos como renda familiar.

Modalidade II: essa modalidade varia a taxa de acordo com o banco de financiamento, e é destinada aos estudantes de até cinco salários mínimos moradores das regiões Centro-Oeste, Norte e Nordeste do país.

Modalidade III: essa modalidade é semelhante à modalidade II, destinada aos estudantes com até cinco salários mínimos como renda familiar, contudo é destinada para todas as regiões do país, exceto ao Centro-Oeste, Norte e Nordeste. As taxas também irão variar de acordo com o banco financiador.

Quem pode fazer as inscrições?

  1. Se você se identifica com esse tipo de programa de financiamento, você precisa ter realizado o Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM e ter obtido, pelo menos, 450 pontos como uma nota mínima, além de não ter tirado zero na redação.
  2. Além disso, o curso escolhido pelo candidato precisa possuir uma boa nota avaliada pelo Ministério da Educação – MEC. Não é possível a candidatura de graduados (pessoas que já cursaram o ensino superior).
  3. Estudantes que já possuem uma bolsa do ProUni também podem se candidatar ao FIES, assim, o candidato possui uma bolsa parcial, concedida pelo ProUni e a outra metade da mensalidade fica financiada pelo FIES.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *